Olá freguês!

Nelson Oliveira expõe na Trofa e em Vila do Conde

Não provém de uma família de artesãos e nem sequer pertence ao circuito geográfico onde se concentra a produção oleira no concelho de Barcelos, mas é um dos artesãos da nova geração que mais tem dado que falar. Aos 29 anos de idade, e pouco mais de quatro como artesão, Nelson Oliveira é já um nome firmado do Figurado de Barcelos.


Depois do Prémio Revelação, que conquistou em 2011, na 1ª Gala de Artesanato de Barcelos, com a obra Galinha a Parir, Nelson Oliveira soma prémios e exposições. Em Dezembro passado, venceu o concurso ‘Inovarte’, promovido pela ADERE-Minho, com a peça Um Galo para a Europa. E este mês expõe, a título individual, e em simultâneo, no Auditório Municipal de Vila do Conde e na Casa da Cultura da Trofa.

Iniciou-se como artista plástico e foi nessa condição que começou a frequentar as feiras de artesanato. Foi nesse meio que travou conhecimento com o artesão conterrâneo João Ferreira, que o incitou a apostar no artesanato de cerâmica, onde o virtuosismo como pintor não deixaria de se fazer notar.  Não estava enganado.

Nas oficinas de João Ferreira e de Manuel Macedo obteve as lições básicas sobre a moldagem, a colagem e a cozedura do barro. Mas não foi aprendiz mais que um par de horas. O que ficou por ensinar, aprendeu sozinho. Improvisou um forno a lenha no quintal dos pais e entre a oficina e o forno improvisado foi definindo a sua própria marca estética: olhos embutidos, bochechas salientes e pés descalços são os traços que identificam e distinguem as suas figuras no universo criativo do Figurado de Barcelos (Santo António e o menino, o Diabo, os presépios, os gigantones, galináceos mais ou menos antropomórficos e bandas musicais).



De 8 a 22 de Fevereiro de 2014, no Auditório Municipal de Vila do Conde
De 9 de Fevereiro a 1 de Março, na Casa da Cultura da Trofa



Saber mais sobre Nelson Oliveira


'O Mundo do Figurado', exposição de Nelson Oliveira

 
Exposição de figurado de Nelson Oliveira - Trofa

Partilha esta publicação
Deixe um comentário Rss
Sem comentários