Olá freguês!

Posts tagged 'artesanato'

Recomendações de leitura (rápidas) para as férias

15 de Agosto de 2017 Nenhum comentário

Imagem via Expresso. Direitos Reservados.


O país vai a banhos em Agosto e é entre os mergulhos no mar que muitos portugueses mergulham nas leituras.

Para quem ainda não fechou a lista, deixamos algumas recomendações de leituras sobre artesanato e artesãos (what else?), um assunto que parece ter, finalmente, despertado a atenção da imprensa.

São leituras light – breves, de fácil digestão – para que possa rapidamente voltar a mergulhar ;)

Nada de novo debaixo do sol?

4 de Fevereiro de 2015 Nenhum comentário

Twist Bench, 2009. Feito em coro cozido por Simon Hasan para a Johnson Trading Gallery, Nova York. Imagem obtida a partir do site pessoal de Simon Hasan.

 

Se em determinados estágios da história parece assistir-se a uma demarcação estética em relação àquilo que é tradicional – como se vigorasse a ideia de que a evolução e o progresso residem na ruptura com o já conquistado e adquirido – cedo ou tarde se regressa ao ponto de partida e à exploração das velhas técnicas ancestrais.


Afinal de contas, é nesta dialéctica que parece acontecer a inovação.


Na edição corrente da revista Milk Decoration (Dez 14 – Fev 15), uma publicação francesa de decoração e design contemporâneo, encontramos dois exemplos desse eterno retorno às técnicas e saberes artesanais, pela voz de dois artistas e designers com projeção internacional.

Do 'saber-fazer' ao 'saber-para-que-fazer'

7 de Setembro de 2014 Nenhum comentário

 

Há tempos, fizemos aqui referência à obra The Craftsman de Richard Sennett, a que chegámos através do blog Virtual Illusion, que ensaia uma delimitação dos conceitos de artista e de artesão.


O encontro inesperado com o artesão Norbert Schwabl, ontem, na Feira de Artesanato de Famalicão, fez-nos pensar na pertinência de um exercício similar cingido, desta feita, ao próprio conceito de Artesão.


O que é verdadeiramente o Artesão? O que distingue o Habilidoso do Artesão? Basta saber-fazer? Ou é preciso Saber-para-que-fazer?

Arte vs Artesanato. Artista vs Artesão.

13 de Julho de 2014 Nenhum comentário

 

De um texto resgatado do blog Virtual Illusion, em torno do livro The Craftsman de Richard Sennet, e à volta do qual andamos há largas semanas, extraimos um trecho que nos parece particularmente pernitente, porquanto ensaia uma resposta a uma das perguntas mais recorrentes na abordagem conceptual do Artesanato:

Como se distingue a Arte do Artesanato, o Artista do Artesão?

[Recortes] "Portugal tem quase 100 mil artesãos"

19 de Junho de 2014 Nenhum comentário

"Tem havido uma leitura mais moderna daquilo que é o artesanato, já não a visão do artesanato como os restos de coisas. Hoje há cada vez mais gente qualificada agarrada aos produtos artesanais."

 

Abílio Vilaça, Presidente da Adere-Minho, em entrevista ao Correio do Minho.

 

Às feiras!

22 de Maio de 2014


Abriu a época: de norte a sul do país, onde quer que haja uma praça, ali se instala uma feira de artesanato. Até Agosto, há muito que ver!

Para os amantes de artesanato e arte popular, para os colecionistas, para os lojistas e para os foliões, deixamos aqui um roteiro de seis mostras de artesanato a não perder.
(Perdoem-nos se puxamos a brasa à nossa sardinha...)



Música do coração

2 de Abril de 2014 Nenhum comentário

Uma letra escrita por Sérgio Godinho é boa, com certeza.

Uma letra escrita por Sérgio Godinho e interpretada pelos Clã é uma beleza!

Se essa música, escrita por Sérgio Godinho e interpretada pelos Clã, se chamar Artesanato, é uma música do coração
... que não nos sai da cabeça!


Artesanato

exercício de estilo

intencionalmente

tão perfeito e inexacto

...

Oi  Ei

Ai que falta me fez

o teu artesanato



Para ouvir aqui.

 

Posted in: Feira de Barcelos Tags: artesanato

Preservação do artesanato é prioridade da Direção Regional de Cultura do Norte

24 de Fevereiro de 2014 Nenhum comentário

"Está cada vez mais na ordem do dia a necessidade de preservar as tradições e os modos de saber fazer que vão desaparecendo. A falta de quem faça pode colocar em perigo um conjunto de tradições e de saberes", afirmou à agência Lusa o responsável da Direção Regional da Cultura do Norte, António Ponte.

"Há os levantamentos linguísticos, como o mirandês, as tradições, como os caretos, ou o artesanato, como as cestarias, a olaria ou a tanoaria ou os antigos processos de produção de sabão de seda. Há todo um conjunto de processos de fabrico e de conhecimentos tradicionais que importa registar", salientou.

 

Artesãos de Barcelos em antena na TSF

14 de Janeiro de 2014 Nenhum comentário

Cumprindo uma rota pelas cidades que integram o Quadrilátero Urbano do Minho, os animadores do programa Terra-a-Terra, da TSF, estiveram em Barcelos à conversa com algumas figuras da nossa praça. Como não podia deixar de ser, falou-se de artesanato e de artesãos.


A artesã Júlia Côta, distinguida com o Prémio Carreira  na  edição de 2013 da Feira de Artesanato de Barcelos, foi uma das convidadas em estúdio. Os ouvintes puderam ainda ouvir extractos das entrevistas às artesãs Jesus Pias e Júlia Ramalho, assim como aos artesãos Francisco e Manuel Mistério (Irmãos Mistério).


O podcast deste programa, emitido em directo no dia 14 de Dezembro de 2013, ficou entretanto disponível e pode ser ouvido aqui.



"Aqui falamos de pessoas"

8 de Janeiro de 2014 Nenhum comentário


© Imagem: Associação S.O.S. Rio Paiva


“… neste livro focamo-nos mais sobre o porquê do fazer e a motivação que leva estas pessoas a continuarem a criar peças de um modo singular, que contrastam com os utensílios massificados a que estamos habituados, aproximando-as muito mais da arte do que do que vulgarmente se entende por artesanato. Desengane-se quem pensa que aqui tratamos de bugigangas, miniaturas ou de algum tipo de souvenirs pitorescos que cabem na bagagem de mão. Aqui falamos de pessoas que dedicam a sua vida a uma arte para criar peças únicas, tecnicamente irreproduzíveis numa era de reprodutibilidade técnica.”

 


Não somos nós que o dizemos, muito embora comunguemos deste manifesto.
A causa é da Associação S.O.S. Rio Paiva, que decidiu avançar com a ideia de registar os ofícios tradicionais que ainda subsistem nos sete municípios ribeirinhos do Vale do Paiva e conhecer melhor quem ainda os exerce.


O livro Os Últimos Artesãos do Vale do Paiva, a lançar na Primavera de 2014, é o produto dessa empreitada. Está neste momento a decorrer uma campanha de angariação de fundos para assegurar a edição desta obra. Quem desejar contribuir pode fazê-lo aqui.